Fukui e outras províncias em estado de urgência por causa do coronavírus

15 04 2020

Com o aumento de pessoas testadas positivo por causa da infecção do novo coronavírus, governadores de diversas províncias declaram estado de urgência

fukui emergency
Depois de Aichi ter declarado estado de emergência de forma autônoma, Gifu e Mie também fizeram o mesmo declarando estado de urgência, na tentativa de frear a disseminação do novo coronavírus.

Na terça-feira (14) o governador da província de Fukui, Tatsuji Sugimoto, declarou estado de emergência de forma autônoma, embora no dia 7 tenha anunciado situação prévia de urgência.

Até a manhã dessa data a província estava com 92 casos, entre eles perda de 3 vidas e 5 pacientes em estado grave.

Sugimoto disse que não dá para relaxar diante da pouca redução de casos. Resolveu decretar o estado de emergência antes do feriado de Golden Week reforçando o pedido anterior de isolamento social na medida do possível e que a população não saia da província para visitas a outras. E pediu que as pessoas de outras províncias se contenham de ir para lá.

O prazo para essa medida é 6 de maio. Às pessoas que apresentam quadro febril clamou para não saírem de casa. O governador informou que está trabalhando para fortalecer o sistema médico e que pretende implementar o teste drive-through.

Outras províncias com estado de urgência
O governador da província da mesma região, de Ishikawa, também fez a mesma declaração no dia anterior, para que todas de Hokuriku estejam alinhadas e para evitar aumento de novos casos, já que em Toyama o número é maior.

Reforçou o pedido de evitar locais com aglomeração e mal ventilados, além do distanciamento social. Também pediu para não ir a clubes noturnos e bares, além de outros locais onde há muitas pessoas.

O governador da província de Kagawa também fez o mesmo na segunda-feira, com os mesmos pedidos. Acrescentou que irá aumentar de 24 para 40 leitos, pois até aquele momento da declaração o número de casos subiu para 19. Pretende ampliar para chegar a 125 leitos.

Com aumento de casos em Hokkaido, onde estava estabilizado, após a declaração autônoma, a primeira do país a fazê-lo, a província está novamente em vigilância.

As que consideram declarar
O governador da província de Quioto pediu para ser incluída na lista das províncias com declaração do estado de emergência. Assim, Shiga também considera declarar por conta própria.

Outra que está considerando fazer o mesmo é Miyagi, pelo aumento dos casos.

O que cada um pode fazer
O que todas têm em comum é pedir à população para não se deslocar de uma província para outra e evitar locais com aglomeração e mal ventilados.

Também para manter distanciamento social e, na medida do possível, o isolamento, com autocontrole para evitar sair de casa sem necessidade urgente. Além disso, os cuidados básicos com a higiene pessoal.
Fonte: Portal Mie com Fukui Shimbun, NIkkei, NHK, Kyoto Shimbun e ANN