Tentativas de entrar no Japão com produtos ilegais crescem 4 vezes; aeroportos fazem alerta

5 05 2018

Setores de fiscalização e quarentena alertam para proibição de carnes e riscos de doenças

aeroporto de narita avioes
Os portos e aeroportos do Japão estão mais rigorosos com a fiscalização dos pertencentes de pessoas que chegam do exterior, devido ao número elevado de casos de passageiros que tentam entrar no país com produtos ilegais.

Os casos que mais preocupam as autoridades de saúde e o Ministério da Agricultura estão relacionados ao porte de carnes do exterior, que podem trazer doenças ao país. Uma reportagem da NHK informou que, no ano passado, foram 95 mil casos de apreensões, um número 4 vezes superior ao registro de 2007.

As áreas de inspeções e quarentena de portos e aeroportos registraram um total de 41 mil casos de produtos ilegais vindos da China, 13 mil do Vietnã e 9 mil das Filipinas. Cerca de 27% dos casos corresponde a produtos alimentícios feitos de carne moída e processada.

Em 20% dos casos, os passageiros trouxeram variedades de salsicha e em 17%, os produtos apreendidos eram alimentos feitos com carne de frango, além de numerosos casos de porte de carne crua.

O Ministério da Agricultura alertou que a importação particular de produtos alimentícios como carne e ovos, além de pele ou pelo de animais (com exceção de produtos como bolsas de couro ou lã) é proibida no Japão e que há riscos de proliferação de doenças.

Em dois casos de carne de frango recolhidas de passageiros no ano passado, foi detectado o vírus da influenza. O setor de inspeção do Aeroporto de Narita alertou para a compra de carne seca nas lojas isentas de impostos. “Esses alimentos não devem ser trazidos ao Japão, queremos que a população fique ciente disto”, comentou um porta-voz.
Fonte: Alternativa

Anúncios




Japão planeja introduzir em aeroportos sistema de reconhecimento facial para estrangeiros

29 12 2017

Os planos são de introduzir, a partir de abril de 2019, sistema de reconhecimento facial em aeroportos para estrangeiros que saem do paísreconhecimento facial para estrangeirosPortões automáticos com sistema de reconhecimento facial serão instalados em grandes aeroportos no Japão para fazer a verificação de cidadãos estrangeiros que saem do país, a partir de abril de 2019, anunciou o Ministério da Justiça.

Três portões do tipo já estão em uso no Aeroporto de Haneda em Tóquio para identificar cidadãos japoneses que retornam do exterior.

Em 2018, portões adicionais serão instalados nos Aeroportos de Narita (Chiba), Kansai (Osaka) e Fukuoka (província homônima), que também serão usados eventualmente para identificar estrangeiros que saem do país.

No total, o governo visa ter instalados em cinco aeroportos 137 portões com sistema de reconhecimento facial.

A medida visa tanto agilizar os processos de partida como reforçar a verificação de entrada. Espera-se que funcionários do aeroporto possam ser liberados para inspeções de imigração.

O sistema identifica um indivíduo ao comparar a foto no chip de silicone embutido em seu passaporte com uma imagem capturada no local – se corresponderem, o portão é aberto.

O uso mais amplo de passaportes biométricos e melhorias significativas em tecnologia de reconhecimento fácil levaram à introdução dos portões, disse o ministério.

Antes do sistema poder ser expandido para incluir verificação de cidadãos estrangeiros, no entanto, serão necessários testes adicionais. Uma questão será garantir que ele possa fazer a leitura correta de dados contidos nos passaportes de diferentes países.

O governo japonês estabeleceu uma meta de aumentar o número de visitantes estrangeiros para 40 milhões em 2020 e 60 milhões em 2030, e melhorar a eficiência do procedimento de entrada e partida é uma importante questão.
Fonte: Portal Mie com Nikkei





Reconhecimento facial em aeroportos poderá acelerar processo de entrada e saída

7 07 2017

Portões automatizados com a tecnologia vão acelerar os procedimentos com os japoneses, liberando assim mais funcionários da imigração para fazer a triagem de passageiros estrangeiros

reconhecimento facial japao
O Ministério da Justiça anunciou na terça-feira (4) um plano para introduzir um novo tipo de portão automatizado nos principais aeroportos do país. O objetivo é acelerar os procedimentos de passageiros japoneses enquanto permite que mais funcionários da imigração façam a triagem de cidadãos estrangeiros, em uma medida que visa conter o terrorismo e bloquear a entrada ilegal.

“Ao suavizar os processos de imigração de entrada e saída para os cidadãos japoneses, podemos ter mais funcionários realizando a triagem de cidadãos estrangeiros”, de acordo com um comunicado de imprensa divulgado pelo ministério no dia 4 de julho.

Com a expectativa de que 40 milhões de turistas do exterior venham ao Japão em 2020, e 60 milhões em 2030, é fácil prever que aeroportos tenham falta de funcionários da imigração, de acordo como o Ministério da Justiça.

Os novos portões vão destacar câmeras que tiram foto dos passageiros. Ao usar a tecnologia de reconhecimento facial, a foto tirada será comparada com dados de imagem obtidos de passaportes. O processo todo vai levar menos de 15 segundos.
Portões do tipo também serão instalados nos aeroportos de Narita, Chubu e Kansai

O ministério introduziu portões automatizados similares que usam autenticação de impressão digital em 2007, mas menos de 10% dos passageiros os usaram em 2016. É possível que os portões não tenham se popularizado porque exige-se que os usuários registrem suas impressões digitais antes de seus voos, disse um funcionário. Os novos portões não vão exigir tal registro com antecedência.

Três unidades desse tipo vão ser instaladas no Aeroporto de Haneda (Tóquio) no início de outubro, que serão usados por passageiros japoneses na chegada.

A previsão é de que tais portões automatizados sejam instalados em outros 3 principais aeroportos – Narita (Chiba), Chubu (Aichi) e Kansai (Osaka) – até o final de 2018.

Para cidadãos estrangeiros que vêm ao Japão geralmente a negócios, portões automatizados já estão disponíveis em principais aeroportos desde novembro passado.
Fonte: Portal Mie com Japan Times





Ministério quer trazer mais voos internacionais a aeroportos regionais

22 12 2016

Japão quer aumentar voos internacionais e oferecerá benefícios às empresas aéreas

ana-airlines
O Ministério dos Transportes do Japão vai encorajar as empresas aéreas, incluindo as de baixo custo (LCCs), a operarem mais voos internacionais fora de grandes cidades para atrair mais turistas estrangeiros.

Cerca de 90% dos visitantes estrangeiros que vêm ao Japão entram através dos centros mais movimentados que servem Tóquio e Osaka e somente 6% desses turistas desembarcam em aeroportos regionais.

Autoridades do ministério dizem que vão subsidiar a construção de instalações relacionadas para alfândega, quarentena e controle de imigração.

O ministério também fornecerá benefícios financeiros por 3 anos, com início no próximo ano fiscal, a empresas aéreas que lançarem ou aumentarem voos internacionais em aeroportos regionais.

O ministério incluirá cerca de 8,5 milhões de dólares no projeto de orçamento do ano fiscal de 2017 para financiar essas medidas.
Fonte: Portal Mie com NHK





Novo sistema de imigração será implantado este mês no Japão

16 10 2016

Ao entrar no Japão os passageiros estrangeiros terão fotos do rosto tiradas automaticamente

japanese-immigration

A nova medida entrará em vigor a partir de 17 deste mês, anunciou o Ministério da Justiça, na sexta-feira (14). Quase todos os estrangeiros que passarem pela inspeção do Departamento de Imigração, nos 157 portos e aeroportos do país, terão fotos do rosto tiradas automaticamente.

A medida visa bloquear a entrada de terroristas no país, incluindo as identidades falsas. Para isso, foi desenvolvido um sistema que faz comparação e reconhecimento facial automático dos terroristas armazenados em arquivo. Assim, o país pretende se preparar para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2020, para garantir a segurança. No caso de detectar identificação com algum terrorista, tomará medidas de deportação.

Para reforço da identificação facial, o ministério declarou que conta com a troca de informações entre as instituições policiais do país e também com a Organização Internacional de Polícia Criminal (OIPC), para constante atualização.

Desde 2007, excluindo os estrangeiros residentes com vistos especiais e diplomatas, os estrangeiros que passam pela inspeção tem a foto do rosto registrada por uma câmera e deixa a impressão digital. Até o momento, essas fotos eram analisadas com o banco de dados de suspeitos de terroristas, mas atualmente, recebendo informações das agências de inteligência estrangeiras aumenta o material para a análise.

O governo utilizou-se de uma verba suplementar na ordem de 640 milhões de ienes para a manutenção desses equipamentos. Assim, espera-se melhorar a eficiência para a análise e julgamento por parte da inspeção dos funcionários do Departamento de Imigração, para não permitir a entrada de terroristas.

Atenção: estão excluídos do alvo da nova medida, os estrangeiros diplomatas, menores de 16 anos e os passageiros com visto de permanência especial no país.
Fonte: Portal Mie com Asahi e NHK





Imigração terá fila exclusiva e rápida para “passageiros vip” nos aeroportos do Japão

28 03 2016

Os primeiros serviços vão começar a funcionar nesta quarta em Narita e Osaka

aeroportos internacionais de Narita (Chiba) e de Kansai (Osaka)Passageiros estrangeiros considerados "vip" poderão entrar no Japão sem enfrentar longas e demoradas filas para terem seus passaportes carimbados pela Imigração.

O primeiro serviço de fila exclusiva e rápida vai começar a funcionar nesta quarta-feira (30) nos aeroportos internacionais de Narita (Chiba) e de Kansai (Osaka), em uma tentativa de acelerar os procedimentos para determinados visitantes estrangeiros.

Segundo o jornal Mainichi, o serviço deverá se expandir para outros aeroportos internacionais em breve.

São considerados passageiros "vip", por exemplo, participantes de conferências internacionais. Eles serão autorizados a entrar nas filas rápidas mostrando um cupom fornecido previamente pelas companhias aéreas na entrada para o balcão da Imigração.

O aeroporto de Narita fez uma demonstração a jornalistas nesta segunda-feira, dois dias antes do início do funcionamento.

"Queremos aumentar a eficiência do aeroporto de Narita reduzindo o tempo de espera", disse um funcionário. A previsão é de que cada voo internacional tenha cerca de cinco passageiros "vip".

O governo aprovou o novo serviço em uma tentativa de tornar o Japão um país voltado para o turismo, disse a empresa administradora do aeroporto, com a expectativa de que o tempo de espera dos passageiros "comuns" também diminua.
Fonte: Alternativa





Japão: feriado de fim de ano provoca aglomerações em aeroportos e estações de trem bala

29 12 2015

Empresas aéreas pedem que passageiros cheguem com bastante antecedência devido as filas nos balcões

Aeroporto de HanedaDesde o último sábado (26), aeroportos e estações do trem bala estão lotadas em todo o Japão devido à movimentação do feriado de fim de ano. Milhares de pessoas em todo o país estão voltando para as suas terras natais e muitas famílias estão indo fazer turismo dentro e fora do país.

De acordo com uma reportagem da emissora NHK, o pico de aglomeração e congestionamento está sendo registrado nesta terça-feira e deve continuar até amanhã (30). Quase todos os voos nacionais com saída dos aeroportos de Kansai (Osaka) e Haneda (Tóquio) estão esgotados.

Companhias aéreas pediram que indivíduos que estejam com viagem marcada entre hoje e amanhã cheguem com o máximo de antecedência possível aos aeroportos devido à lentidão nos processos de check in e embarcação.

Trem bala
Não são apenas os aeroportos que estão congestionados. De acordo com a empresa JR (Japan Railway Company), as vendas de bilhetes do trem bala atingiram o pico nesta terça-feira e a situação deve continuar até a quarta-feira.

Por volta das 6h da manhã, a compra de bilhetes para o trem da linha Tokaido, com saída em Tóquio e destino a Hakata (Fukuoka), havia alcançado 150%. Ainda pela manhã, até 80% dos bilhetes dos trens com destino a Tohoku, Yamagata, Akita, Joetsu (Niigata) e Hokuriku haviam sido vendidos.

Algumas rodovias expressas também apresentaram congestionamento com o feriado de fim de ano. Por volta das 11h da manhã desta terça-feira, a saída Suzuka na província de Mie estava com 14 quilômetros de engarrafamento.

Além disso, um acidente na Rodovia Expressa Tomei provocou um congestionamento de 13 quilômetros, principalmente na saída Yokohama-machi.

Entre os dias dois e três de janeiro, a volta para a casa deve provocar novos congestionamentos em linhas do trem-bala, aeroportos e rodovias
Fonte: Alternativa